A Sabedoria da Árvore Frutífera


Existem inúmeras espécies de árvores em nosso planeta, árvores grandes, pequenas, floridas, coloridas, multiformes e frutíferas. Não é comum as pessoas pararem para observar a beleza de uma árvore em seu momento sublime de frutificação, a menos que estejam com fome ou,
utilizem seus frutos para comercialização.

O momento máximo de uma árvore frutífera são suas flores. Pois, da sua floração resultam os frutos. Quanto mais intensa a floração, mais belos e perfeitos são os frutos. Quanto mais perfeita a expressão da planta em suas flores perfumadas com seus aromas levados pelos ventos, mais atrairá insetos que, através da polinização irão garantir a espécie e sua frutificação.

Podemos comparar a vida humana, ou pelo menos o que deveria ser, com a vida de uma árvore frutífera. No momento em que o homem está na “flor da idade”, é o momento de maior beleza e impulso da sua vitalidade, é o momento de expressar sua maior capacidade em busca do sentido da vida, momento para praticar o que se aprendeu, momento para produzir e expressar o melhor de si mesmo, seja para atrair relacionamentos, seja para atrair grandes oportunidades de trabalho, seja para transformar o mundo.

Na árvore, as melhores flores são selecionadas naturalmente pelos insetos, é o conhecido processo de seleção natural. As abelhas, por exemplo, escolhem as flores mais belas e mais perfeitas para extrair o néctar, isso garante uma maior quantidade e qualidade do mel (o motivo pelo qual fazem isso, ainda não foi descoberto). Das melhores flores nascem os melhores frutos, isso é fato!

No homem, os dons mais belos atraem admiradores que também selecionam os talentos de que necessitam naquele momento. Escolhem os talentos que expressam o máximo de uma pessoa, mostrando a beleza e eficiência dentro do contexto social e ambiental em que estão inseridos. Muitos talentos que emergem da essência humana, são capazes de transformar o mundo beneficiando a todos. Por exemplo, o que seria da Física sem o talento genial de Einstein? O que seria da música clássica sem o dom sublime de Mozart? Foram pessoas que, certamente, deram o seu melhor e não o empregaram egoisticamente, mas o doaram, sem distinção nenhuma, apenas
colocaram seus talentos natos a serviço da humanidade.

A árvore frutífera dá o máximo de si mesma sempre. Seu ideal é produzir muitos frutos para servir a todos sem distinção e preconceito. Doa o melhor de seus frutos aos insetos, aos pássaros e aos humanos. Sem ansiar por nada em troca. Apenas expressam a sua própria natureza
– dar frutos para beneficiar a todos.

O homem que utiliza seus talentos para servir, oferecendo sempre o melhor de si mesmo em prol de todos, certamente melhora a condição da vida humana. Não se preocupa sobre o que vão achar as pessoas, se haverão críticas, se está agindo certo ou errado, apenas
se ocupa em dar o melhor de si todos os dias, empregando os seus dons exatamente naquilo para que foram descobertos.

Existem muitas pessoas que ainda que não descobriram seus dons e, portanto, ainda não estão frutificando, por isso sofrem ansiando por algo que ainda não sabem, e andam de um lado para o outro perdidas sem um direcionamento. Estão fora de sua finalidade aqui, não estão
frutificando para servir, ainda não floresceram, ou se floresceram não perceberam e por isso não estão em harmonia consigo mesmas, sentem um grande vazio.

Não saber qual é o seu próprio dom, é não conhecer a própria finalidade do viver. Viver é servir, servir é viver e não provoca cansaço, depressão, nem ansiedade, apenas proporciona satisfação e felicidade.

Se ainda não se descobriu o próprio talento é porque se está longe de si mesmo.

Fonte-www.stum.com.br/Alessandra França

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s